Início Nacional/Brasil Conexões entre Sul Global e Migrações Internacionais são tema de debate no...

Conexões entre Sul Global e Migrações Internacionais são tema de debate no Rio

139
0
COMPARTILHAR

Seminário Internacional Sul Global e Migrações aconteceu entre os dias 27, 28 e 29 de março na Fundação Casa Rui Barbosa

 

Como compreender a complexidade dos deslocamentos humanos considerando que os mesmos se verificam em todas as direções: Norte-Norte, Sul-Sul, Norte-Sul e Sul-Norte? O que significa o Sul Global, além de uma definição baseada em critérios geográficos, históricos ou socioeconômicos e muitas vezes despolitizada em relação ao significado de Terceiro-Mundo? Que elementos caracterizam as migrações Sul-Sul históricas das contemporâneas? Como lidar com os desafios que supõem o refúgio, a imigração, o trânsito e outras expressões da mobilidade humana atual?

Estas e outras interrogantes foram algumas das questões abordadas durante o Seminário Internacional Sul Global e Migrações que aconteceu entre os dias 27, 28 e 29 de março no Centro de Estudos em Direito e Política de Imigração e Refúgio (CEDPIR) da Fundação Casa Rui Barbosa no Rio de Janeiro.

Mesa: Conceptualizing the Global South & Migration: Approaches and Challenges. Crédito: Patrícia Barros

O Seminário, fruto de uma parceria entre o CEDPIR da Fundação Casa de Rui Barbosa e o Global South Study Center (GSSC) da Universidade de Colônia na Alemanha, foi organizado pelo professor Cláudio Pinheiro (UFRJ-Professor do Programa SEPHIS), a pesquisadora sênior do GSSC, Nina Schneider e o pesquisador sênior do CEDPIR, Charles Gomes.

Durante os três dias de duração, o evento reuniu diversos especialistas, especialmente alemães e brasileiros. E a partir de uma perspectiva interdisciplinar, abordou tópicos como a definição do Sul Global, incluindo as vantagens e os limites deste conceito; os vínculos entre migração, integração e cidadania; a participação dos migrantes nas sociedades de acolhida e as expressões culturais e comunicativas das diásporas e, finalmente; as diversas respostas perante crises humanitárias formuladas pelos países do Norte e do Sul do mundo.

Mesa: Research on South-South Migration. Crédito: Maria Villarreal

A despeito da arquitetura ainda pouco clara do conceito de Sul Global e das suas múltiplas leituras, para além dos estudos de casos internacionais e da análise das especificidades históricas e recentes da realidade brasileira, o seminário evidenciou a heterogeneidade do panorama migratório atual e a necessidade de encontrar novos marcos interpretativos que superem o olhar centrado nas migrações desde países em desenvolvimento até países desenvolvidos e que, a partir de uma realidade em que aproximadamente o 80% da mobilidade humana -nas suas diversas expressões- ocorre no Sul Global, sejam capazes de oferecer novas análises e explicações mais adequadas das suas especificidades contribuindo, por outro lado, na formulação de respostas e políticas mais efetivas para responder as suas demandas.

Por Maria Villarreal
Do Rio de Janeiro (RJ) (Migramundo).

DEIXE UMA RESPOSTA